sexta-feira, 11 de junho de 2010

Em cada gota de chuva

Cheguei de coração cheio e olhos cintilantes.
Há definição para o que sinto agora? Estou preenchida e contigo inteiramente em mim...Lavaste-me a alma, renovaste o meu espírito e deste-me luz...
Fomos mais longe, eu e tu, demos novos passos, sentimos novos ares e, acima de tudo, sentimo-nos um ao outro em pleno. Soube o que era vivermos um para o outro, o que era procurar-te mesmo quando estavas mesmo ao meu lado. Descobrimos segredos ao som da chuva e ao toque dela, vimos o amor em cada gota e sentimos a sua força a cada toque com a nossa pele! Partilhamos, sentimos, vivemos, amamos e continuamos com uma força e um espírito renovado em cada um. Cada canção partilhada e relembrada por nós conta as histórias da nossa história, fala de cada pedacinho de amor, respeito, cumplicidade e lealdade que nos constitui...

Por nós...amo-te!

3 comentários:

Alguém... disse...

:')
Sem palavras...revi-me em cada palavra do teu texto.
Esta lindo (:
A cumplicadade...que falta me faz.

Beijinho*

Jortas disse...

A cumplicidade é uma arte, uma arte de sedução. O amor faz-se sempre na unadualidade,
Parabens pelo texto poético lindo que partilhou.

JoanaMacedo disse...

obrigada pela opinião e pela força meu bem, mesmo :')
não irei apagar...
beijinhos