segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Resta esperar

Ele olhou para ela e palavras como "És a minha vida e quero casar contigo" saíram bem baixinho da sua boca directamente para o ouvido dela. Ela não lhe respondeu com um "eu também", porque ele sabe bem o quanto a menina dos seus olhos quer tê-lo do lado dela não apenas hoje mas como sempre. Por isso abraçou-o, um abraço demorado, apertado e muito cúmplice, e beijou-o. Não foi um beijo qualquer, até porque os beijos entre ele e ela nunca foram uns beijos quaisquer, sempre tiveram paixão, em tempos até escondiam um amor que algum dia viria a desabrochar, e como tal naquele momento foi mais um dos seus beijos, íntimos, fortes, de entrega, cheio de sentimentos e sensações. E naquele beijo ficou o desejo eterno de que as palavras dele e o abraço dela tenham força para pintarem um futuro deles, só deles. A vontade está naqueles dois corações, resta esperar pelo momento...




Até lá, aquelas palavras vão andar sempre com ela, e o abraço será dado vezes sem cessar.

4 comentários:

a,r disse...

Que bonito :)

Catarina' C disse...

Ofereço-te o meu selinho.
*Mt bonito o texto *.*

ana moura disse...

MUITO OBRIGADA mesmo:)

jefhcardoso disse...

Raquel, gracinha o texto. Quero deixar uma frase pra você:

“Amar por amar, sem nada esperar em troca, é a verdade do amor” (Jefhcardoso)

http://jefhcardoso.blogspot.com