domingo, 11 de abril de 2010

Estavas vivo!

Porque hoje sonhei contigo...não percebo o porquê daquele sonho, mas talvez tenhas sido tu a visitar-me durante a noite, fazendo-me ver que apesar de já não estares no mundo dos mortais estás vivo, bem vivo, num lugar bem melhor, a olhar por mim e por todos aqueles que te amam neste mundo, neste mundo de perdas, dor, desilusão.
Sonhei que estavas vivo outra vez, apesar da tua cara me aparecer muito branca e muito magra, quase com os ossos à vista, estavas vivo! Falaste comigo outra vez, deste-me aquele sorriso que só tu sabias dar, e mostraste-me a saudade que transbordava de ti através do brilho dos teus olhos. Estavas vivo!
...E de repente recebo a notícia de que te tinham levado outra vez, estavas morto! Tinham-te levado para um mundo onde eu não te posso ver, não posso sentir aquele brilho no olhar nem aquele sorriso terno que só tu me sabias dar. Porque é que tem de ser assim? Porque não ficaste de vez?
Ver-te chegar, ter a notícia de que afinal ainda estavas connosco deu-me esperança, esperança de que afinal a vida é justa...mas a vida não é justa! Porque foi tudo um sonho, um sonho onde tu vieste e foste outra vez. Um sonho onde tu não ficaste de vez...

...Mas pelo menos vens-me visitar, de vez em quando, vens matar as saudades que guardo eternamente dentro de mim! Aparece mais vezes meu querido Tio Nelo, aparece...espero por ti a cada adormecer!

1 comentário:

Né # disse...

as boas recordações ficarão sempre, sempre :)