terça-feira, 11 de maio de 2010

Foi contigo


Era eu uma rapariga que ainda não me tinha descoberto, alguém que andava na rua sem destino, sem ter para onde ir, sem ter com quem ir, sem ter o que fazer.
Era alguém que já sabia algumas coisas da vida, mas outras eram-me completamente alheias, e nem sequer as tentava perceber. Eu era a típica rapariga que se mantinha no seu canto, que passava despercebida e ninguém lhe despertava o interesse.
Até que a vida começou a dar-me outra perspectiva, na verdade deu-me uma oportunidade para viver aquilo que sempre esteve ao meu alcance mas que eu nunca tinha conseguido alcançar (talvez por medo, ou simplesmente era minha ingenuidade a falar).
Deu-me a oportunidade de despertar em mim novas sensações, novos sabores de vida, novas formas de sorrir e de brilhar. Deu-me luz e um caminho para seguir. Já tinha rumo. Já tinha para onde ir. E já tinha com quem ir. Até isso a vida me deu...não só me deu o caminho como alguém para percorrer comigo esse caminho. E é nesse caminho que eu me encontro agora. Um caminho longo que a vida me deu, com cor, com sombras, ora com luz ora "assombrado", ora com pedras no caminho ora com areia fina e paradisíaca. Mas sei que é o caminho certo, é o rumo da minha vida, é por aqui que vou, é contigo que eu vou.
A vida deu-me um caminho e foi contigo que descobri as maiores maravilhas de todo esse percurso, por isso um Obrigada...
Agora só te peço, não me abandones no meio desta caminhada, preciso de ti. Foi contigo que esta caminhada começou, quero que acabe contigo também!

1 comentário:

patriciaa disse...

tão bonito :)
vou seguir **