sábado, 30 de outubro de 2010

'Pessoas como nós'


"Falta-me a inspiração dos teus ombros sobre o meu corpo, a segurança do cheiro da tua pele, a tua cara a dormir na almofada ao meu lado, tranquilo e belo como um querubim. Falta-me o teu tempo e a tua respiração. Falta-me a tua mão na minha, quando ando na rua. E o teu olhar a envolver-me como um manto e o teu coração a bater ao mesmo tempo que o meu. Fazes-me falta, meu amor."


Quero matar todas as saudades que enchem o meu coração.

3 comentários:

- joanarocha disse...

amei .

Catas disse...

Eu tambem! :)
e este teu excerto tambem está qqer coisa de fenomenal.
beijinho *

Maria Miguel disse...

Amei, amei o texto! :'