quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Espera por mim

Tenho o coração apertadinho...o meu corpo não tem vontade de sair de casa e apanhar o ar fresco que se faz sentir, a minha cabeça não tem outro pensamento senão tu e os meus dedos só conseguem escrever sobre ti.
Sinto saudades tuas. O vento trouxe-me a notícia que o fim-de-semana espera por nós, e que tu esperas por mim, todos os dias, sentado no beiral da janela. Vês a minha casa, com a esperança de me veres, e esperas...esperas por mim, pela minha chegada, pelo meu abraço e beijinho. E não te cansas meu amor, porque quem espera por amor não cansa, não desiste, não sai do beiral da janela à espera que a esperança, a luz, o amor chegue, de corpo e alma. Eu estou quase a chegar, aguenta só mais um pouquinho, não desistas de esperar por mim porque eu também nunca vou desistir de ir ao teu encontro.

Somos a luz um do outro!
Obrigada...